O bisturi de ouro

Resenha – O bisturi de ouro

por: Marina Rodrigues

o_bisturi_de_ouro_1441506637341860sk1441506637b

Sinopse: Um médico se torna um dos melhores cirurgiões de sua época. Apesar de ter tido uma infância pobre, Eduardo sempre se dedicou aos estudos, seguindo os conselhos de sua mãe que era muito inteligente e conseguia enxergar o futuro com os olhos da sabedoria. No começo, seu pai não lhe dava apoio. Todavia, ele entendeu que o desejo penetrado no coração do jovem estudante era uma mola propulsora que o faria alcançar o seu objetivo e passou a apoiá-lo com os poucos recursos que possuía. O médico enfrentará um inimigo homicida, escondido sob o manto da amizade e, depois de descobrir a culpa do “amigo”, terá de enfrentar um grande dilema: o desejo de vingança ou perdão. 

Número de páginas: 206

Onde encontrar? O Bisturi de Ouro
Saraiva

O livro se passa primeiramente em Belo Monte, cidade pequena localizada nas proximidades do Rio de Janeiro, e segue a vida de Eduardo Penedo, um jovem que tem o sonho de se tornar um médico bem sucedido e orgulhar e prover sua família. Porém, uma tragédia acaba por direcionar seu futuro ainda mais e justificar a narração das páginas que se seguem, uma mistura entre um dos vários dilemas principais: seguir sua carreira ou encontrar justiça para o crime que tirou a vida da pessoa que ele mais amava.

“O bisturi de Ouro” prende, mas não surpreende. A história é leve e fluída, li em pouco mais de um dia, mas, ainda sim, deparei-me com algumas travas, a repetição desnecessária do nome completo dos personagens e alguns vocábulos truncados, poucos, mas que poderiam deixar o público juvenil um pouco para trás. O que deixa a história fluída também é um dos pontos que não me encantou tanto: a narração em terceira pessoa; apesar de necessária para o desenvolvimento da história, deixa tudo muito óbvio, acabando por tirar o fator surpresa que poderia ter surgido por se tratar de um romance com investigação policial como plot principal para o desenvolvimento de tudo que se desenrola na vida do personagem.

Apesar de não deixar nada a imaginação do leitor, o ponto que mais me incomodou foi a vida utópica em que parece viver Eduardo, o personagem principal, muito centrado, nunca se descontrola ou deixa soltar algum palavrão, vive em um amor platônico e realiza todas as suas metas quase que com perfeição, parodiando o título: um verdadeiro “menino de ouro”, os diálogos todos polidos, apesar do livro se passar provavelmente entre algo com as décadas de 70, 80 ou 90, a linguagem e autocontrole dele deixa os diálogos muitos mornos.

Sem clímax, a história começa a dar uma reviravolta nas últimas páginas, o que me pegou de surpresa e me deixou aflita para desvendar se o autor conseguiria finalmente me dar o que esperei a história inteira. Confesso que fiquei incomodada com algumas decisões que Eduardo toma ao final do livro que não condiziam com a sua personalidade trabalhada desde o começo da história, mas o final, apesar de não ser inovador, me deixou completamente satisfeita.

No mais, apesar de não ter me agradado tanto, creio que seja uma aquisição diferente para quem gosta de um ficção rápida, com pitadas de romance, medo, casos sobrenaturais e investigação policial. Ainda sim, o final redimiu a obra ao meu olhar. Aproveitem!

MARI

 

Gosta de escrever na terceira pessoa, comer brigadeiro de colher e ler creepypasta de noite. Aprecia boa música, é uma cinéfila irremediável, leitora compulsiva e fã número um de uma boa xícara de café. Ariana, 21 anos, estudante de Medicina e não adepta de rótulos.

FacebookInstagramSkoobFlickr

Anúncios

40 comentários em “O bisturi de ouro

  1. Vou começar comentando que este provavelmente era o tipo de livro que eu não compraria se fosse levar em consideração o título e a capa. Simmm, eu sou dessas que julga o livro pelo título e pela capa. hahahahaa’ o que é bem feio por sinal. Mas, lendo a resenha tenho que reconhecer que eu fiquei bem interessada na história, porque me identifiquei muito com Eduardo por vim de uma família humilde e querer ser médico, passando pela parte dos conselhos da mãe dele, e por fim pela tragédia que atingiu uma das pessoas que ele amava. Parece mentira, mas está história é muito parecida com a minha, até mesmo na ordem dos fatos (infelizmente). Tirando a parte da vingança, que no meu caso, como jurista, venho lutando pela justiça dos homens e confiando na justiça de Deus. Mas no resto é igualzinha. :/ Enfim, este é um daqueles livros que eu não vou sossegar até comprar para ler. A resenha me conquistou. 💗😘 Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá! Que bom te ver aqui e sinto muito que se identifique com algumas coisas ruins que aconteceram na vida do protagonista! Também acho a capa meio estranha porém fico feliz que a resenha tenha lhe agradado! Obrigada pelo comentário maravilhoso! Beijos ❤

      Curtir

  2. Uau, adorei a resenha, me deixou curiosa pra saber o que acontece, mas não ao ponto de querer comprar o livro, até porque não e um gênero que curto muito, meu negócio e romance,muito romance rsrs .

    Curtido por 1 pessoa

  3. Adorei sua resenha esse é um livro que eu prefiro passar ao próximo, gosto mais do gênero romance, daqueles que te surpreende te prendendo do começo ao fim, e quando acaba você fica querendo mais.

    Sua resenha está excelente, beijos

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi Marina,
    Não sei se foi você que me chamou pelo instagram para conhecer o blog e cá estou!
    Adorei o estilo simples, direto e sincero da resenha. Voltarei mais vezes, pode apostar 😉
    Confesso que a premissa é interessante, mas não faz meu estilo de leitura.
    Preciso ser mais eclética, eu sei, até porque somos blogueiros literários e precisamos variar os temas, mas não consigo me prender, sabe?
    E sem climas, me desanimo mais a ler, rs.
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, ficamos felizes com sua presença aqui! Realmente, isso é algo que também passo às vezes, mas em relação a esse livro, de fato, não é uma das melhores leituras. Pode deixar passar! Hahaha Beijão e obrigada ❤

      Curtir

  5. Oii..Adorei a resenha… ainda não conhecia o livro.. gosto quando o livro não surpreende de início mais no final da aquela reviravolta e mostra que valeu a pena esperar.
    E o gênero pareceu super atrativo, e eu super leria..
    Beijos ❤

    Curtido por 1 pessoa

  6. Eita… Mesmo com o saldo positivo, depois dos pontos que você abordou, tenho certeza que não leria. Provavelmente o que te incomodou também me incomodaria, e o final satisfatório não compensaria.
    Por algum motivo o personagem me pareceu um pouco sem graça e isso com certeza me desanimaria.
    Adorei a resenha, serviu de aviso ahahahha acho que esse eu passo… Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    Curtido por 1 pessoa

  7. Adorei tua resenha,super concordo com o “prende,mas não surpreende”.Agora gostei muito,pois me causou uma sensação de nostalgia,por conta da cidade pequena,e por me preender de uma maneira incrivel.Ele é muito fluido mesmo,dá para ler em um dia fácil.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s