Tenebris

Resenha – Tenebris: o fim é apenas o começo
por Caroline Moreira
barra
tenebris
barra
Sinopse: Lúcifer vem da palavra hebraica hêlîl, que quer dizer “estrela da manhã”, “aquele que traz a aurora”. Sendo um anjo de luz, responsável pelo despertar, o nascer do sol, não seria ele, após séculos da sua traição e rebelião, capaz de sentir falta de seu criador, sua essência, a razão real para sua existência? […] Uma trama recheada de emoção, carregada de tensão, amores irreais, bruxas, anjos, demônios, guarda celestial, mas que acima de tudo, lhe fará pensar até que ponto a religiosidade pregada está certa?

barra
Número de páginas: 218
Onde encontrar? Wattpad
barra
Com uma escrita de fácil leitura e sem um vocabulário truncado, a obra escrita por Erika, com certeza abrange desde os adolescentes até um público mais maduro, visto a premissa apresentada.  O livro gira em torno de um assunto muito antigo e até, por algumas pessoas, considerado inquestionável, ou de certa forma, um tabu: afinal, Lúcifer, o anjo caído, mereceria algum perdão? Dentre outros questionamentos e reflexões presentes, a narrativa ainda carrega romance e mistério, o que já era de se esperar diante da descoberta de dois mundos paralelos e a possível redenção do Anjo de Luz.
barra

A história mostra a perspectiva de Lauren, uma adolescente de 17 anos, que acaba se deparando com uma situação, no mínimo, inusitada. Cercada por uma família extremamente religiosa e acostumada a acreditar nos sermões de seu pai, a jovem fica estarrecida com a mais remota possibilidade de ser filha de alguém que, durante anos, lhe pareceu ser a pior criatura existente na face da Terra. Neste instante, fica claro que a adolescência da garota é desviada do que é considerado rotineiro, e embora não queira acreditar em tal revelação, é inegável que alguns acontecimentos passados já anunciavam que ela não era comum. Apesar do medo e tensão que a rodeia, ela tem ao seu lado o seu melhor amigo, Gabriell, que embora resista a ideia no começo, se dá por vencido ao vivenciar com sua amiga eventos sobrenaturais.

Espero que encontre o mesmo que ela encontrou, que o inferno engula vocês duas.

Não iremos sentir diferença, sempre vivemos no inferno.

A trama segue por uma linha de raciocínio pouco aceita ou talvez um tanto polêmica, mostrando Heylel, Lúcifer, sob uma ótica distinta, menos condenadora e um pouco mais compreensiva. Confesso que no início, apesar de me esforçar para que isso não acontecesse, parecia algo surreal, muito distante de algo que pudesse realmente acontecer. Porém, visualizar o outro lado da moeda de algo tão enraizado em nossas mentes, é completamente incrível, como se você tivesse a oportunidade de retirar os seus preconceitos e ampliar a sua mente. Durante a narrativa, fui convidada a rever os meus conceitos e em que eu acreditava, porque esse é o ponto de Tenebris. O livro não te propicia somente um momento de prazer, como também arrasta você para uma revisão de pensamentos: afinal, você já parou para pensar em outra hipótese fora a que já lhe ensinaram milhares de vezes?

Dentre batalhas e presença de criaturas como bruxas, demônios e anjos, a autora consegue manter diálogos interessantes e descrições impecáveis, as quais permitem ao leitor um acesso fácil e rápido ao submundo. A única coisa que me desagradou, pois como sabem eu sempre me atento a esses detalhes, foram algumas partes que me soaram como reprodutoras de estereótipos, e isso não me agrada muito. Fora isso, não posso reclamar do romance, visto que ele foi dosado para não afetar o tema central, o que foi um dos aspectos que mais gostei, e até porque o meu casal favorito se manteve junto ao fim do livro.

Não sou um ser humano, não por completo. […] O que tem de humano em mim agora?

Num geral, foi uma leitura bastante proveitosa, rendeu boas risadas e também momentos de tensão, aconselharia essa obra para quem tem a mente mais aberta e não teria problemas em ler algo do gênero, já que essa temática não é tão trabalhada aqui, e por isso, fiquei muito satisfeita em encontrar uma abordagem diferenciada em território nacional com a qualidade da escrita e o carinho e proximidade que a Erika mantém com os seus leitores. Para mim, a obra dela nos prende e a autora cria um laço conosco, porque ela e Tenebris formam uma dessas relações conosco que a gente leva para a vida toda.

E você, já leu? Estaria disposto a despir os preconceitos e se aventurar nessa leitura?

carol eu

 

 

Dona de 18 primaveras. Feminista. Estudante de Pedagogia. Amante de MPB, animes, k-pop, doramas e uma boa xícara de café. Não vive sem livros, filmes ou maquiagem. É apaixonada por Fred Elboni e quer proteger todos os animais do mundo 🌸

 FacebookInstagramSkoobTwitterFlickr

Anúncios

67 comentários em “Tenebris

  1. Oi, Carol, tudo bem?
    Suas resenhas como sempre estão de tirar o fôlego, você é sempre muito bem detalhista e consegue passar as informações importantes que você captou do livro, porém não é um livo que eu estou acostumada a ler e a sinopse e a capa não me ganharam então vou deixar a dica passar.
    beijinhos ♥

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ando vivendo gratas surpresas e isso não há como retribuir. Muito obrigada por seu carinho não somente na leitura de Tenebris, mas na forma em que apresentou a trama.
    Sou grata de coração por essa parceria.
    Deixe Tenebris surpreender você!!!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s