Conspiração Nazi

Resenha  – Conspiração Nazi

por: Jéssica Deyna

conspiracao_nazi_1444856986531802sk1444856986b

Sinopse: Leandro sempre sonhou em escrever ficção. Mas não imaginava as complicações disso. O que acontece quando não sabe onde a ficção termina e começa a realidade? Qual a linha que limita as duas dimensões? O destino e o acaso podem fazer a cortina que separa a realidade da ficção se romper? Nosso amigo escritor não imagina, nem em seus sonhos mais loucos, que vai finalmente esbarrar em situações onde seu cotidiano vai se misturar com todas as cenas de filmes B a que assistiu na adolescência. Nazistas na América do Sul? Aos milhares? A única frase que martela sua cabeça é: Onde foi que me meti? 

Número de páginas: 254
Onde encontrar? Editora Penalux
barra

dedicaPrimeiramente, quero agradecer ao autor, Guto Domingues, por me proporcionar esta leitura prazerosa e deveras, intrigante. Seu desejo de me oferecer novas experiências foi verdadeiramente eficaz! Me diverti nesta jornada, nesta, hm… confusão! Bem, vamos  resenha!

Antes de tudo, preciso com todo afinco elogiar a capa, aquela história de não julgar o livro pela capa às vezes, não dá muito certo, o livro tem uma bela capa e bela história. Não só a capa, as folhas estão impressionantes… Confesso que me peguei perdida admirando-as. Coisa de pessoa detalhista!

A sinopse consegue passar o desejo da curiosidade, você se sente intrigada e com vontade de ler tudo, devorar na hora. Porém, confesso que quando comecei a ler as primeiras páginas, me senti um pouco entediada e vi pequenos errinhos em relação às aspas ( “ ), probleminha de digitação, mas nada que estrague a estética e a história; também alguns erros de pontuação me incomodaram no início, pontos que deveriam ser vírgulas, uso de aspas exageradas, porém, a história realmente foi tão boa que estes pequenos detalhes não me fizeram impedir de continuar a leitura. Ah, claro antes de começar a discorrer ainda mais sobre o livro, sinto-me obrigada a dizer: que sensacional! Meu Deus! A ideia de fazer uma história dentro de outra história foi genial, acredito que tenha sido a primeira que li.

Voltando, ao decorrer da história quando o Leandro – personagem principal da primeira história – inicia então seu livro de ficção, me senti mais intrigada e pensei, “agora sim, as coisas irão acontecer”, e foi o que houve. Talvez pelo título “Conspiração Nazi”, eu estava esperando algo surpreendente desde a primeira página – não me leve a mal, caro autor –, e confesso que me decepcionei, mas então a minha primeira opinião mudou totalmente. Bem, vejamos, o autor conseguiu fazer uma história de um jovem com um anseio enorme para escrever um livro de ficção, então, Guto Domingues consegue conciliar primeira narrativa com a segunda, a qual é, Leandro narrando a história de Afonso, fácil de se confundir se não prestar atenção. E também, fazer um paralelo entre os dois, seria então a fantasia se tornando real ou o real se tornando fantasia?

Primeiro ponto: Leandro tem um enorme desejo de escrever uma história de ficção, sente-se em dúvida sobre o tema e como todo bom escritor, demora para dar início, pois para ele nada fica bom. Até que consegue enfim escrever – depois de muitas pesquisas para tal ato.

Segundo ponto: Afonso, personagem da história de Leandro, herda um hotel do seu falecido tio Célio no interior de São Paulo. Um hotel que seu tio estava reformando, já que o mesmo ainda estava velho, e nessa coisa de reformar normalmente encontramos algo esquecido – ainda mais se o local nunca foi seu -, e o tio Célio encontra misteriosas caixas. E o que deixou Afonso encucado, foi a questão da morte não ser “esperada”, ele estava feliz e com a saúde perfeita e de repente morreu, sem mais nem menos. Afonso conversa com amigos do seu tio, inclusive o responsável pela reforma do local, seu José, que afirma uma mudança repentina no comportamento de Célio após o conhecimento das caixas.

Então é aí que o “bagulho” pega fogo, Afonso quer encontrar as caixas. Não irei atentar-me muito aos detalhes, pois sem querer, posso dar um spoiler legal da história e isso cortaria ao clímax total. Mas de maneira resumida, Afonso começa a investigar tudo e descobre que o local era um ponto para encontro nazista no Brasil; O autor também discorre mais sobre a conspiração, sobre as descobertas e até mesmo, a morte do tio. E claro, como um bom protagonista que é, Afonso não faz a jornada de descobertas sozinho, e sim tem ajuda de mais personagens principalmente da sua lindíssima “amiga” bibliotecária.

O final da história é surpreendente, claro que com o desenrolar dos acontecimentos você suspeita que algo do tipo iria acontecer, mas do mesmo jeito, foi incrível. Principalmente o paralelo entre Leandro e Afonso.

quote conspiração.jpg

Melhor frase, amei!

Recomendaria sim o livro, pois é uma leitura prazerosa e até mesmo, instigante. Narrativa e criatividade simplesmente sensacional. Sou um pouco suspeita a falar isso, mas adoro literaturas que envolvam o real, ou seja, personagens e fatos reais e foi o que aconteceu na história, acho que para tal ato o autor tem que ter um domínio para conseguir conciliar o real com o fictício. Melhor ainda, Guto conseguiu dominar duas narrativas com personagens fictícios e reais, com fatos fictícios e também, reais.

Parabéns autor!

jeh deyna.png

 

 

Paranaense, taurina, estudante de pedagogia – que pretende se especializar em educação infantil –, e faz curso também de maquiador profissional. Apaixonada pelo mundo da escrita e leitura, tanto quanto o mundo da beleza e até mesmo o design. Adora uma boa história de terror!

FacebookInstagramSkoobFlickr

Anúncios

58 comentários em “Conspiração Nazi

  1. Olá tudo bem ?
    Eu estou meio fugindo de livros um pouco intediosos no começo . Mais este é o tipo de livro seu pegar para ler eu sei que vou gostar mesmo que começo seja difícil . Quem sabe um dia eu de oportunidade para este livro . Sua resenha está muito boa continue assim .

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu também ligo muito aos detalhes dos livros, kkk. Odeio quando o inicio dos livros é entediante, mesmo sabendo que muito provávelmente vou gostar do livro, pelo que li da sua sinopse.
    Quando o livro tem erros de digitação também não gosto muito, parece que o editor não teve a minima preocupação com a impressão do livro.
    A premissa do livro cativou-me bastante, irei procurar o livro!
    Adorei a resenha!
    Beijinhos!

    http://euliaeleio.blogspot.pt/?m=1

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s