Sentindo a vida

Resenha  – Sentindo a vida

por: Caroline Moreira

sentindo_a_vida_1475547076581320sk1475547076b

Sinopse: Sentir a vida é um exercício que nos estimula a perceber a necessidade de refletir constantemente sobre o curso e os detalhes de nossas existências. Através dos 87 temas que compõem esta obra, o leitor sentirá a indispensabilidade de meditar sobre questões essenciais que discutem a busca do equilíbrio e da evolução individual e coletiva. Guto Cariello convida seus leitores a ponderar suas próprias realidades a fim de despertar para a urgência do progresso humano. O Amor e a esperança são os princípios que norteiam o maior propósito deste trabalho: semear e cultivar dias melhores para o mundo do qual somos os principais agricultores. 

Número de páginas: 220
barra
O livro de Guto Cariello tem uma proposta bem interessante, diferente dos outros livros resenhados aqui, ele em si não relata uma história. Com um linguajar formal e lições que surgem durante um diálogo entre autor e leitor, as  218 páginas são repletas de princípios, reflexões e conselhos. Seguindo uma linha motivacional e até de autoajuda, as palavras do autor nos atingem diretamente no âmago.
barra
Ele não fala somente sobre as emoções que nos rodeiam ou sobre como devemos lidar com elas, e sim, aborda também a coletividade e como ela é de extrema importância. Com um olhar observador sobre a sociedade, consegue nos mostrar fatos e ideias sobre ela e até mesmo sobre nós, de modo que nos propicie um aprendizado significativo.
barra
Durante a maior parte da leitura, fui obrigada a reler o capítulo visto que os questionamentos e respostas foram tão bem formulados que me faziam sempre fugir para as situações e/ou ações mencionadas, e me aprofundar em outras perguntas e repensar sobre muitos aspectos da minha vida. Era como se, a cada virada de página, disse transportada para um estado de consciência maior.
barra
A obra conta com 87 temáticas que são abordadas rápida, porém profundamente. Essa característica nos permite um grande aproveitamento, pois são conselhos curtos, que não apenas indicam a parte teórica, mas também o mais complexo: o ato de colocar em prática o que foi dito. Em suma, todas os temas apresentados giram em torno de dois pontos fundamentais: o Amor e a esperança. Diante disso, pode parecer até um conteúdo raso ou clichê, todavia, os assuntos variam sobre coisa a que enfrentamos em todos os estágios da vida.
barra
Ao realizar a leitura, tive até uma sensação parecida com a que tenho ao ler Augusto Cury, então, se você tem apreço por um, provavelmente terá pelo outro. E caso você nunca tenha lido nada dos dois para ter essa comparação, diria que Cariello trabalha com pequenos textos de motivação e inspiração em prol de uma vida melhor para todos os que lerem. Esse é o tipo de obra que acrescenta algo, e ainda assim, é leve. Ainda referente a comparação, Cariello possui uma escrita mais objetiva e formal, enquanto Cury, para mim, tenha uma linguagem menos formalizada. Mas isso é uma diferença sutil, porque o conteúdo em si segue a mesma perspectiva.
barra
Além disso, gostaria de dizer que pessoas com quaisquer problemas, sobretudo, emocionais e psicológicos, deveriam ler algo do gênero. Isso não substituiria ajuda profissional, claro, porém funcionaria como um suporte em que há um direcionamento para a satisfação pessoal. Embora não ter um problema dessa esfera, não exclui as adversidades que possa ter em outras áreas, e de que o crescimento como pessoa deveria ser uma busca contínua e universal. Sendo assim, “Sentindo a vida: estende-se a qualquer público que almeje uma evolução como indivíduo e uma revolução na sociedade.
barra
Já a parte estética, confesso que a capa não é exatamente o meu estilo favorito, contudo consigo enxergar uma ligação entre texto e imagem, e por isso, gostei dela. Além de que não sou muito fã das capas da Chiado, num geral, e essa me pareceu bem agradável. A orelha do livro funciona como continuação da capa, e fica tudo de fato harmonioso. Páginas amareladas e fonte legível em um tamanho ideal, isso torna a obra em um contexto abrangente uma ótima leitora. Ainda mais nos períodos em que você precisa de “algo a mais” ou simplesmente se sente um pouco desnorteado.
barra
Espero que vocês, assim como eu, estejam Sentindo a vida, através de um novo olhar! Não esqueçam de acompanhar o autor no Instagram & Facebook! 🙂
carol eu 

 

Dona de 18 primaveras. Feminista. Estudante de Pedagogia. Amante de MPB, animes, k-pop, doramas e uma boa xícara de café. Não vive sem livros, filmes ou maquiagem. É apaixonada por Fred Elboni e quer proteger todos os animais do mundo 🌸

FacebookInstagramSkoobTwitterFlickr

Anúncios

52 comentários em “Sentindo a vida

  1. 87 temas? Uau… Não parece o tipo de livro para ser devorado de uma vez só, certo?
    Seria ingenuidade minha dizer que nenhum dos 87 temas que me atrai, até porque não sei quais são hahaha. Mas a ideia de textos breves com reflexões e talvez conselhos não chama muito a minha atenção :/

    ourbravenewblog.weebly.com
    Participe do nosso TOP COMENTARISTA valendo um livro JANTAR SECRETO, do autor Raphael Montes 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Muito obrigado por tudo, Carol. Por dedicar-se à leitura da minha obra e por produzir esta ótima resenha. Obrigado pela contribuição e por agregar tanto valor ao livro com suas atenciosas palavras. Estou muito feliz por essa parceria. Sucesso nos seus futuros trabalhos. Um grande beijo!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s