A perseguição

Resenha – A perseguição

por: Caroline Moreira

o_espelho_do_monge_1471449920605907sk1471449920b

Sinopse: Toda descoberta tem suas consequências. Depois de sua primeira missão vitoriosa em O Espelho do Monge, Safia pensa ter concluído o que estava apenas começando. Artur também não imagina o quanto está envolvido e até onde é capaz de ir. Duas vidas se unem em um propósito nobre, numa viagem única e num mesmo combate. Sim, há um motivo e um sentido para tudo o que acontece e, descobrir isso o quanto antes, se torna uma questão de vida ou morte! Não, o Espelho do Monge ainda não foi recolhido. […] “ Não há tréguas, Artur.”

Número de páginas: 251
Onde encontrar? Saraiva

O segundo livro da trilogia O espelho do monge é construído de uma forma um tanto diferenciada do primeiro volume, a fórmula é basicamente a mesma e o seu desenvolvimento que revela um seguimento distinto: a trama parece similar com algumas mudanças ali e acolá. Uma das diferenças mais pontuais que pude perceber foi a mudança no modo de conduzir a narrativa, antes o mistério do espelho era explorado somente no final. Agora, a autora trabalha essas visitas ao interior de seus personagens intercalando ora o momento vivido no exterior ora no interior dO Espelho.

Nesta nova fase da aventura, notamos o quão distante Safia estava de finalizar a sua missão e também temos um envolvimento e participação maior de Artur. O desenrolar dos acontecimentos gira em torno de novas descobertas realizadas por ambos e desta vez os dois possuem acesso ao seu universo particular, suas ruínas e glórias.  Ao realizar a leitura da sequência pude experimentar inúmeras sensações, uma delas foi a indecisão, pois não conseguia nutrir o mesmo sentido da primeira impressão que me trouxe a escrita de Rosana mas ainda assim não deixou de ser uma leitura pertinente.

As primeiras páginas pareciam monótonas e talvez pela ausência do elemento-surpresa que havia na primeira obra, “A perseguição” é uma continuação um tanto fraca. A história não surpreende, as passagens e lições parecem repetir grande parte do outro livro e mesmo que o objetivo da autora seja ser enfática, creio que ela poderia o fazê-lo de maneira original e menos repetitiva. A escrita e os capítulos são fáceis de ler, por isso, julgo ser uma boa literatura para simplesmente passar o tempo ou se divertir, às vezes, sentia como se fosse destinado ao público infanto-juvenil porque o linguajar e o desenvolvimento definitivamente traziam essa impressão.

Nesta versão ocorre também a exposição de descrições levemente eróticas, todavia o sexo é apresentado sob uma perspectiva mais romântica, devido a isso as cenas são breves e sem muitos detalhes. Esse foi um ponto importante, pois a autora não retirou o foco da premissa e ao mesmo tempo forneceu algo que eu realmente não aguardava em um livro como esse.

Acerca dos personagens pude perceber a evolução deles e como aprecio observar o crescimento individual e o seu destaque no enredo, admito que Safia me surpreendeu ao passo em que Artur que era o meu predileto até então perdeu alguns pontos comigo. Dotada de uma personalidade impulsiva que sempre voltava a estaca do arrependimento, a garota abandonou esse traço negativo, não totalmente mas todas as mudanças verdadeiras exigem tempo e equilíbrio. Já Artur que havia me encantado tivera a sua natureza estranhamente mudada, ele ainda detinha as qualidades pelas quais o admirei, entretanto, alguns posicionamentos dele me fizeram questionar a minha preferência.

A minha última consideração seria de que foi uma leitura agradável e regular, sem os encantos iniciais e que estabeleceu um vínculo interessante com a literatura anterior. Em suma, “A perseguição” se mostrou mais movimentada em determinadas porções da trama e novamente nas partes finais, como no primeiro livro, conseguiu promover um desfecho com um final aberto, jogando com a imaginação do leitor e instigando-o para a próxima e a última jornada do casal e sua missão com O Espelho do monge.

Você está preparado para essa perseguição?

carol eu

 

 

Dona de 18 primaveras. Feminista. Estudante de Pedagogia. Amante de MPB, animes, k-pop, doramas e uma boa xícara de café. Não vive sem livros, filmes ou maquiagem. É apaixonada por Fred Elboni e quer proteger todos os animais do mundo 🌸

 FacebookInstagramSkoobTwitterFlickr

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s