Agonia

Resenha Agonia – Igor Quadros

Por: Marina Rodrigues

79533028-352-k472829

Sinopse: É uma coletânea de cinco contos de terror. Um menino que adoece por um contato sobrenatural; um casal disposto a sacrificar tudo para alcançar um outro mundo; estranhos fenômenos acontecendo em uma cidade no interior do Pará; uma idosa solitária que ouve um choro no andar de baixo de sua casa; duas irmãs que se odeiam, mas que se unem para sobreviverem a um sequestro. Situações angustiantes, escolhas perturbadoras e retratos da psique humana fazem parte desta obra.

Número de páginas: 69
Onde encontrar? em contato direto com o autor, os contatos estarão no fim do post! ou então pela Amazon Agonia (Portuguese Edition)

 Agonia em todas as páginas, talvez essa seja a melhor forma e a melhor frase para começar a resenha! Primeiramente, para quem não sabe, o cara é muito meu amigo, então se não confias na minha opinião neutra antes de começar a resenha, dá uma olhada nos comentários da prévia do livro que tem no Wattpad e dá uma lida no primeiro conto da obra!

CXVC

Segundamente, antes de partir para a resenha, olha que foda (pode falar nome produção? Pode sim, que eu sou a produção, dois beijos) foi o lançamento do livro, a cobertura foi feita pelo Canal do Youtuber Paraense Roberto Segundo, o A Hora Suave, curto muito o trabalho do cara, dá uma olhada lá, fico feliz de ver todos os tipos de produção de conteúdo estarem crescendo aqui pela Amazônia! Aproveitando, não esquece de conferir também no Youtube um dos nossos principais parceiros, o Geekalizando, eles têm um trabalho muito maravilhoso e somos fãs número um! (Corre lá para me ver em alguns dos vídeos).

Ufa, agora finalmente podemos falar do livro! Igor escreveu alguns livros anteriormente, esse é seu último trabalho (Não sei se ele deixa eu falar que em breve tem mais! já falei), ele tem um livro lançado pela Editora Novo Século, pelo selo Novos Talentos da Literatura Brasileira, então talvez vocês já tenham visto a cara dele em alguns blogs por aí! Vou deixar a sinopse de O Livro das Almas aqui no final do post. O fato é que Agonia, aproveitando-se de sua atmosfera underground, foi lançado independentemente, então só podes adquirir ele entrando em contato com o Igor nos links no final do post! Entretanto, embora tenha alguns percalços na publicação que foram defeitos da gráfica, como o tipo de folha escolhida, nada atrapalha o sobressair da escrita de Quadros ao ler a obra.

O livro é fininho, possui apenas 69 folhas, um trunfo para quem quer qualidade de leitura enquanto toma um chá de cadeira, espera em uma fila ou está no ônibus (Para quem é aqui de Belém, vamos dizer que tu consegues ler ele todinho em meia volta do Pedreira Lomas). Ele possui algumas ilustrações ao longo de suas páginas, todas feitas pelo Marcos Anderson, menos a capa, que foi um trabalho de Potyguara P. Ferreira, já a diagramação foi feita pelo próprio Igor, a revisão pela Larissa Sarmento e a edição pela Ana Carla de Araújo Gomes (Beijos, Ana s2). Os desenhos são, como mencionei anteriormente, no estilo underground da obra, são riscos bagunçados que se juntam em uma confusão arrumada e terminam em uma explosão de nanquim, pena que a qualidade da gráfica não deu mais ênfase a isso, pois enquanto o desenho de uma mosca bem ao estilo Kafkiano ficou bem vivo e fantástico na página 22, o resto deles me pareceu meio apagado.

O livro se divide em cinco contos, ‘’Pestilência’’, ‘’Sacrifícios’’, ‘’Ermo’’ (Inclusive Ermo virou um livro aquém deste, podes adquirir na <Ermo (Portuguese Edition)> Amazon, ‘’O choro’’ e ‘’Por detrás das paredes’’. A escrita é bem concisa, simples e objetiva, o que faz com que a obra flua sem impasses e te deixe no clima desejado pelo autor para te dar aquele susto ou te deixar reflitão (kkkk). O primeiro conto, Pestilência, foi o que me chamou mais atenção, ele tem uma vibe maravilhosa criada por uma influência completamente nova, um casamento entre literatura regional e Franz Kafka! Isso mesmo, caros amigos, você leu direitinho, duas das minhas coisas preferidas conferindo unicidade à obra! A influência vem claramente de ‘’A Metamorfose’’, que acompanha a vida de Gregor Samsa após acordar certo dia e constatar que havia se tornado um inseto, dessa sinopse você pode tirar por quais caminhos Pestilência pode te levar. O segundo conto, chamado ‘’Sacrifícios’’, me deixou de boca aberta ao me levar a uma jornada com uma vibe psicodélica de descoberta, tudo isso pelo fato de o conto se passar com um casal que escolhe fazer um ritual em busca de um estado de espírito utópico prometido por um amigo, porém alguma coisa dá errado, você está pronto para descobrir o que é? Depois deste, nos deparamos com ‘’Ermo’’, uma luz escalarte que pinta a escuridão da cidade de Airetama, no noroeste do Pará, e aos poucos faz com que sua população desapareça, despertando toda a curiosidade e o medo de uma criança que foi esquecida pelo arrebatamento (Mais uma nota para quem é do Pará e sabe do que eu estou falando: história melhor que essa? Apenas a do Et de Colares). O penúltimo conto se trata de ‘’O choro’’, a história de uma velha senhora que mora só e se depara com barulhos vindos do interior de sua casa, esse conto é o que está disponível como ‘’Test Drive’’ no Wattpad do Igor, que deixei no link no começo da postagem, além disso, na estreia do livro, para quem ainda não deu uma olhada no link do vídeo que botei sobre a cobertura de seu lançamento, foi feita uma leitura dramática do texto em uma casa abandonada, com direitos a luz apagada, figurino macabro e interação com a plateia, o que posso adiantar é que o Blog com V estará envolvido na organização do lançamento do próximo livro do autor e vocês devem estar prontos para perderem as cabeças (Não literalmente, claro)(~ou será que não, hein?~). No último conto, ‘’Por detrás das paredes’’, Quadros trabalha na renovação de um clichê: carro parado no meio da estrada, duas amigas perdidas e sozinhas, dois velhinhos dispostos a ajudar, jogos mortais, massacre da serra elétrica e as temidas frases ‘’Eu não te avisei?’’ e ‘’Vocês não assistem filme de terror não, queridas?’’, misturadas com ‘’Não vai por aí, sua burra”.

Para finalizar o post, vou invejar vocês: minha edição tem um autógrafo de quase meia página, apenas, adeus.

Mentira, o post ainda não acabou, eu fiz uma entrevista com ele! Espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei de bater esse papo com o autor!

  1. Podes me falar um pouco do processo de criação de Agonia?

O Agonia foi concebido diferente das minhas outras obras porque cada conto foi escrito em um período diferente da minha carreira. A ideia dele é reunir todos os trabalhos que eu já fiz com o terror. Apresentar aos meus leitores essa característica que permeia em quase todos os meus trabalhos com esse gênero: angústia. Em cada um dos contos, eu busquei incomodar de uma maneira diferente para apresentar a minha mensagem.

  1. Qual teu conto preferido do livro?

“Por trás das paredes” é o meu favorito por três motivos: foi o último a ser escrito, momento em que eu estava mais acostumado com a produção nesse gênero; ele é o que mais gera comentários dos leitores sobre o que de fato se passou na história. Eu já cheguei a ouvir uma teoria de uma psicóloga que foi muito além do que eu havia imaginado, acho isso sensacional. E por último porque foi um desafio, ele chega mais próximo de um thriller.

  1. O que te move a escrever e quais as tuas inspirações?

São vários aspectos que me motivam. Ontem eu conversei com um leitor que tinha feito uma lista de teorias sobre os contos, eu não gosto de contar sobre o que eu escrevi na obra, mas eu acho incrível quando algum leitor conta que a obra o inspirou ou o fez sentir um tipo de emoção ou reflexão diferente. Outro dia, descobri que um dos meus leitores se tornou um colega escritor por causa de uma conversa que teve comigo. Notícias como essas faz com que tudo seja válido. Mas também o que a literatura me proporciona de melhor é poder apresentar as minhas ideias, nem que seja de forma sutil. Minhas inspirações passam por diversos gêneros diferentes. No terror/horror, sou fã, principalmente, dos autores ligados à Golden Dawn. Tenho uma fascinação especial pela obra “Os Salgueiros”, do Blackwood. Mas eu também me inspiro bastante nos autores do realismo mágico brasileiro, em especial Moacyr Scliar e Murilo Rubião.

  1. O que você tem a dizer a quem está pensando em ser escritor?

Que comece desde cedo a enxergar essa profissão como uma profissão. A literatura, assim como qualquer outra atividade, exige dedicação e estudo. E quanto mais cedo abandoarmos a ideia de que tudo vai acontecer como a magia que encontramos nas obras, mais rápidos vamos deixar nossa literatura mais profissional.

  1. O que podemos esperar do seu próximo livro?

O meu próximo livro será bem especial. Será um romance que vai ser lançado em conjunto com um game, de modo que, se a pessoa quiser conhecer um pouco mais do universo, pode se aventurar pelo jogo. Ela terá o mesmo clima de Agonia, mas com uma ideia mais moderna, de forma que retrate o convívio social brasileiro atual.

  1. Por favor, lança logo uma continuação para O Livro de Almas! O que você tem a dizer acerca dessa frase?

Eu já ouvi muito isso! Bem, eu pretendo lançar a continuação em breve, eu já escrevi boa parte dele, mas eu ainda pretendo lançar mais um livro antes.

  1. Você tem alguma mensagem para deixar para o blog?

Eu gostaria de agradecer todo o apoio que o Blog com V tem não só com a minha carreira, mas com a literatura paraense. São vários eventos, resenhas e postagens destacando um pouco da cultura daqui. É um trabalho maravilhoso que vocês fazem.

  1. Como é o cenário de terror na Amazônia, você pode nos falar um pouco mais sobre ele e sobre as dificuldades desse gênero hoje em dia e, especificamente, por aqui?

Ainda é um cenário em formação, mas eu já consigo enxergar várias pessoas despontando nesse gênero em vários âmbitos como no cinema e games. Na literatura, eu participei pela primeira vez de um evento dedicado ao terror. Feito pelo Blog com V, inclusive. E a expectativa, é que surjam mais escritores e pessoas interessadas em ler nosso material. Sou otimista quanto ao futuro do terror na Amazônia.

  1. A regionalidade contribui até que ponto nas suas obras?

Contribui em quase toda a minha produção. A nossa região é muito rica culturalmente, eu tento sempre passar a minha interpretação dela. Eu escrevo nesse sentido até porque quando falamos sobre o que conhecemos, a obra ganha mais verossimilhança.

Biografia:

XSAXD

Igor Quadros nasceu em Belém, Pará. É formado em Ciência da Computação, Jogos Digitais e pós-graduado em Produção Audiovisual. Escreveu as obras: “O Livro de Almas – Os Dois Herdeiros”, “Agonia”, “Ermo”. Além de ser coautor nos livros: “Noites Sombrias” e “Confraria do Horror”. Trabalha também adaptando seus universos literários para os games.

Contato: Facebook, YouTubeSkoob.

E-mail: iquadros105@gmail.com

Obras:

aXSXA

O Livro de Almas. Os Dois Herdeiros (Em Portuguese do Brasil)

Por quase toda a sua vida, Jox viveu em um hospital psiquiátrico, com problemas que ninguém nunca conseguiu diagnosticar com clareza. Tudo muda quando ele retorna para a casa dos seus pais e tenta se readaptar ao mundo. No entanto, o que ele achava ser a chave para a compreensão de seu passado parece ser o princípio de um abismo ainda mais profundo. Enquanto isso, três pessoas com dons paranormais são obrigadas a enfrentar os seus maiores medos, voltando à realidade que sempre tentaram esconder: o juramento de uma antiga aliança, que os poderia levar à morte. Por trás da vida de todas essas pessoas existe uma conexão, um enigma que os une pela amizade e pelo terror.

Booktrailer

P.S: Igor, escreve logo a continuação desse livro, por favor!

MARI

Gosta de escrever na terceira pessoa, comer brigadeiro de colher e ler creepypasta de noite. Aprecia boa música, é uma cinéfila irremediável, leitora compulsiva e fã número um de uma boa xícara de café. Ariana, 21 anos, estudante de Medicina e não adepta de rótulos.

FacebookInstagramSkoobFlickr

Anúncios

34 comentários em “Agonia

    1. Olá, tudo bem sim, e com você? Também adoramos incentivar e ler literatura brasileira, ainda acho um campo não explorado e muito rico e amplo. Sim, contos sempre deixam um gostinho de quero mais, ainda mais esses, recomendamos bastante! Obrigada pelo comentário, beijocas!

      Curtir

  1. Ei! Tudo bem?

    Nossa, não tinha visto um livro curtinho assim que parecesse tão bom! De verdade, fiquei extremamente curiosa com os contos, principalmente por estarmos tratando de terror, e se tem uma coisa que eu gosto, essa coisa são contos de terror. Adorei ler a entrevista, deve ter sido uma super honra e muito legal conversar com o autor, amo quando isso acontece comigo, pois entendemos um outro lado da obra. Sua resenha está maravilhosa, me faz querer mandar mensagem pro Igor e pedir logo meu exemplar haha

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    Curtir

  2. Olá! Admiro quem consegue escrever histórias curtas, no caso contos, em pouquíssimas páginas. 69 páginas pra 5 contos parece ser um livro bem curtinho e rápido mesmo, mas que causa um estranho, né? Hahaha. Eu não conhecia esse livro, adorei a resenha e fiquei muito interessada, fiquei super feliz pq tem o ebook pra vender na Amazon, eeeee! Rs. E adorei a entrevista com o autor também, que tem cara de ser super novinho, oh good. Rs. Beijos! ❤

    Curtir

    1. Olá, Gisele, tudo bom? Também admiro muito quem tem o dom para escrever tão bem em tão poucas páginas! Que nem o livro da nossa última resenha, Sob os olhos do delírio! Recomendamos super o livro, podes aproveitar nosso link da Amazon no começo da resenha e nos dizer o que você achou da leitura! Ele tem cara de novinho, mas ele tem 31 anos, sempre digo que ele parece com cara de 18 kkkk obrigada pelo comentário, beijos!

      Curtir

  3. Oii,adorei a proposta do livro, sem dúvidas parecem contos cativantes bem escritos e assustadores. Gostei de conhecer um pouco mais sobre o autor, é ótimo quando os autores nacionais colocam um pouco da cultura de nosso país nas suas obras, sem dúvidas torna mais enriquecedora.
    Parabéns pelo post está incrível!
    Beijos ❤

    Curtir

  4. Olá! Adoro livro aterrorizante, esse autor é realmente talentoso, só pelos comentários, pela sua admiração, ganhou a minha confiança. Vou da uma chance e ler essa obra que parece ser maravilhosa.

    Beijinhos, Jenni

    Sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    Curtir

  5. Autor talentoso e gatinho hein amiga! hahaha
    Dá pra sentir como vc adorou a obra e o admira! Isso cativa e me faz sim acreditar que a obra deve ser INCRÍVEL! Valorizo quem coloca sua alma em uma resenha!
    E invejei que vc tem autógrafo de meia página!!! hahahah

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    Curtir

    1. Muito bom teu comentário, Vivi kkkkk o Igor ficou se achando quando leu ele kkk só cuidado pra namorada dele não ficar com ciúmes! kkkk
      Sim, amei a obra, sou apaixonada pelo trabalho do Igor, recomendo bastante! Tem um link da Amazon no começo da resenha se quiseres ler e contar pra gente o que achou!
      Muito obrigada pelo comentário!
      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

      1. hahaha ela pode ficar sussa, meu coração tem um dono (gato tb) a dez aninhos 😀
        Mas o bom humor e a sinceridade me fazem assim 😀 hehehe
        Eu tinha add no skoob, mas coloquei na minha lista de desejos tb, vou pegar pra ler no começo do próximo ano e digo sim o que achei!!
        Bj

        Curtir

    1. Olá, Ariela! Não precisa ter medo kkk usa a curiosidade para clicar no nosso link da Amazon no começo da resenha e nos dizer o que achou da leitura, estamos ansiosos para saber sua opinião! Obrigada pelo comentário, beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s