O doce luar da primavera

Resenha – O doce luar da primavera

por: Caroline Moreira

O_DOCE_LUAR_DA_PRIMAVERA_1476235372619318SK1476235372B

Sinopse: De vez em quando eu me dispunha a rabiscar uns versos, verbos, verbetes. Eram curtos, sem muito conteúdo. Eu tentava, por vezes, escrever e descrever o que sentia, via e imaginava. Para falar a verdade, eu sentia, via e imaginava muito mais do que pudera escrever. Não tinha o dom, mas tinha vontade. Tinha necessidade. Todavia, a cada linha que percorria, aliviava-me a alma. Descarregara um peso que teimava em acumular. Com o tempo, tornava-se cada vez mais comum transferir meus pensamentos para o papel. Qualquer ideia solta virava verso. Logo já era prosa. Não era intencional. Quando logo vira, já estava transcrevendo tudo que se passava em minha mente e principal: em meu coração. Dedicando-me à escrita tive um aprendizado: não tinha dom para escrever, mas podia sentir, ver e imaginar… o que, pra mim, valia muito mais.  Continue lendo “O doce luar da primavera”

Anúncios