Quase Tudo bem…

Resenha – Quase Tudo bem…

por: Caroline Moreira

QUASE_TUDO_BEM__1462105905581969SK1462105905B

Sinopse: Quase tudo bem conta a história de Laura Soutto, uma secretária executiva muito bem sucedida que ficou desempregada, resolveu aventurar-se e realizar o sonho de pegar a estrada e viajar. Em Penedo, sua primeira parada conheceu Lílian Motta, uma talentosa musicista e cantora da noite que resolve embarcar nesta aventura juntamente com Laura, a fim de conhecer novos horizontes, levando sua graça e musicalidade. Tudo parecia bem, quando Catarina Albuquerque, uma jovem de 23 anos esconde-se no carro de Laura para fugir de um casamento indesejável. Um romance cheio de companheirismo, aventuras e fortes emoções.  Continue lendo “Quase Tudo bem…”

Anúncios

Maria do Sol

Resenha  – Maria do Sol

por: Caroline Moreira

maria_do_sol_1472988261609647sk1472988261b

Sinopse: “Um crime, uma culpa, um fantasma…” Todo livro tem sua história, algo que foi o propulsor para sua criação. Maria do Sol surgiu de uma madrugada que trouxe um sonho. Durante o dia se materializou em um conto. Dois anos após, voltei-me para ela e a concluí. Pedrinho e Maria do Sol irão nos levar por um caminho sem volta. É claro! Pois todo percurso que se segue não há como retroceder em suas consequências. Por isso, agir sem pensar não é um meio a se seguir. Seremos morada das consequências de nossos atos. Portanto, é tão importante analisar cada passo que será dado, não matematicamente como num jogo, pois a existência se tornaria fria e sem vida, mas com verdade, diálogo e sinceridade no agir.  Continue lendo “Maria do Sol”

Conspiração Nazi

Resenha  – Conspiração Nazi

por: Jéssica Deyna

conspiracao_nazi_1444856986531802sk1444856986b

Sinopse: Leandro sempre sonhou em escrever ficção. Mas não imaginava as complicações disso. O que acontece quando não sabe onde a ficção termina e começa a realidade? Qual a linha que limita as duas dimensões? O destino e o acaso podem fazer a cortina que separa a realidade da ficção se romper? Nosso amigo escritor não imagina, nem em seus sonhos mais loucos, que vai finalmente esbarrar em situações onde seu cotidiano vai se misturar com todas as cenas de filmes B a que assistiu na adolescência. Nazistas na América do Sul? Aos milhares? A única frase que martela sua cabeça é: Onde foi que me meti?  Continue lendo “Conspiração Nazi”

Animais fantásticos e onde habitam

Resenha  – Animais fantásticos e onde habitam

por: Pedro Felipe

get.jpg

Olhei para o ingresso colado em meu caderno, as palavras impressas nele já apagadas pelo tempo, mas o significado dele é algo que nem mesmo o tempo pode apagar, as lembranças daquele 16 de julho de 2011 em que com as expectativas tão altas quanto o amor que sinto pela saga me levaram a pegar aquela enorme fila e sentar na sala em completa escuridão esperando surgir magia e amor na tela. Sim, estou falando da minha última experiência cinematográfica com o universo de J.K Rowling e agora, quase 5 anos depois tive o prazer de retornar ao mundo mágico de Harry Potter com Animais Fantásticos e Onde Habitam. Então peguem suas varinhas, levantem elas para o alto e venham comigo conferir como foi a minha jornada de volta a este mundo. Continue lendo “Animais fantásticos e onde habitam”

Érica

Resenha & Entrevista – Érica

por: Caroline Moreira

rica_1402794853b

Sinopse: Moscou. Dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos. Cairo. Uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha, arquitetada por integrantes da Ordem das Doze Tribos de Israel. Washington. Na sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Pequim. Um filho procura o pai, há meses desaparecido. Fortaleza. Em uma triste manhã, Érica encontra seus pais mortos… Nessa incrível trama, todas essas histórias se entrelaçam de forma impressionante. E somente Érica, que acaba de descobrir que foi incluída em uma lista negra da Ordem das Doze Tribos de Israel, poderá impedir uma grande desgraça planejada por judeus fundamentalistas, prestes a atingir a todos. Continue lendo “Érica”

Loui, o palhaço medonho & outros contos sombrios

Resenha  – Loui, o palhaço medonho & outros contos sombrios

por: Caroline Moreira

Sinopse: Acervo sombrio de Leonardo Otaciano e Matheuz Silva ocupado por tétricos vilões, criaturas sobrenaturais, elementos sanguinários, jovens possessos e um medonho palhaço, seres presenciados pelo leitor em âmbitos excêntricos e corriqueiros. O medo será um louvável companheiro durante as descobertas nefastas destes recontos.barrinha
9ace60d1-2f89-4314-97da-b243d6cbf81c

Continue lendo “Loui, o palhaço medonho & outros contos sombrios”

O menino e o mundo

Resenha  – O Menino e o Mundo

por: Pedro Felipe

menino-mundo-cartaz-annecy

O Menino e o Mundo é uma animação nacional de Alê Abreu, também diretor de “Garoto Cósmico”, que utiliza diversas técnicas de desenho para emocionar e encantar em uma trama melancólica e madura, sempre explorando o silêncio e o simples, sendo assim, se diferenciado de produções do tipo, que quase sempre são destinadas a crianças. Continue lendo “O menino e o mundo”

Ardósia

Resenha & Entrevista – Ardósia
por Caroline Moreira
listra branca
ARDOSIA_1450807339543219SK1450807339B
listra branca
 Sinopse: “Um de seus habitantes desprezara a bênção de Santa Edwiges. Viroses, dores de corno, joanetes, todo tipo de tragédia cairia sobre as cabeças nativas. A maioria ignora que tais cartas contêm erros grosseiros de ortografia. Gramática inexistente. A população se divide entre brincadeira de mau gosto ou maldição. Continue lendo “Ardósia”

Como eu era antes de você

Resenha – Como eu era antes de você
por Caroline Moreira
listra branca
imagem.png
listra branca
Sinopse:  Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Continue lendo “Como eu era antes de você”